Homem é arrastado por carro de ladrões na tentativa de impedir furto de celular

Furto de celular: A vítima disse saber que a reação que teve foi errada, no entanto, ele não parou para pensar nas consequências e só agiu - Foto: Getty Images
Furto de celular: A vítima disse saber que a reação que teve foi errada, no entanto, ele não parou para pensar nas consequências e só agiu - Foto: Getty Images

Um homem, de 28 anos, foi arrastado por um carro, após se pendurar nele para tentar impedir o furto do celular. O caso ocorreu na madrugada de 25 de setembro, o jovem teve o aparelho furtado do bolso da calça, na porta de um bar em Botafogo, na Zona Sul do Rio.

Após ser alertado sobre o furto, ele teve uma reação inesperada, foi atrás dos ladrões, se pendurou no carro e chegou a ser arrastado.

Um amigo do homem, filmou o momento em que ele se agarrou na lateral do carro dos suspeitos, foi arrastado, se machucou, mas recuperou o aparelho.

De acordo com informações da própria vítima ao portal G1, ele estava na porta do bar, quando dois homens se aproximaram. Um deles o abraçou como se fosse seu conhecido, enquanto o outro pegava o celular. Logo em seguida, os dois suspeitos se desculparam e saíram.

A vítima disse saber que a reação que teve foi errada, no entanto, ele não parou para pensar nas consequências e só agiu.

"A reação que eu tive foi idiotice. Os caras devem ter falado: 'Cara, esse moleque é louco, vai dar BO, vai dar polícia', porque começou a chegar gente. E mandou o carona me devolver o celular. E peguei o aparelho de volta. Tinha comprado o aparelho quatro dias antes. Obviamente, não repetiria isso, mas já tinha bebido um pouco. Na hora nem pensei, só agi. É o instinto nosso, né?", contou o jovem.

Ainda segundo o rapaz, a ação dos suspeitos foi tão rápida que ele não percebeu o furto.

"Não tinha nem percebido. Meu amigo viu os dois mais à frente, com meu celular na mão, e falou para mim: 'Olha seu celular, vê se ele está aí'. Vi meu celular na mão dos caras, que estavam entrando num carro mais adiante", contou a vítima.

No final de tudo, após ele ter reagido sem pensar, os suspeitos devolveram o aparelho ao rapaz.

"Pulei na frente do carro e comecei a socar o para-brisa, pedindo meu celular de volta. Eles arrancaram alguns metros, em zigue-zague, pediram para eu descer do capô. Pela janela do carro me agarrei ao volante e eles chegaram a me arrastar. Eles relutaram a me devolver o celular. Mas começou a chegar e eles acharam melhor fugir", disse o jovem.

A vítima ficou com escoriações nos braços e teve o tênis rasgado ao ser arrastado. O furto foi registrado pela internet, no último sábado (1º), na 10ª DP (Botafogo).