Homem é preso por estuprar criança de 3 anos, cachorro e cervo morto

·1 min de leitura
Cervantes está preso preventivamente - Foto: Divulgação/Polícia de Portland
Cervantes está preso preventivamente - Foto: Divulgação/Polícia de Portland
  • Homem foi acusado de estuprar uma criança de 3 anos que estava sob seus cuidados

  • Ele apresentou seu celular à polícia, acreditando que o conteúdo o absolveria

  • Os agentes, porém, encontraram vídeos dele abusando de um cachorro e um cervo

Um homem foi preso em Portland, nos Estados Unidos, acusado de estuprar uma criança de apenas 3 anos. Ele também teria atacado sexualmente um cachorro e um cervo morto.

O suspeito foi identificado como Damon J. Cervantes, de 32 anos. Ele foi detido no último dia 11, mas o fato foi contado pela imprensa local somente nos últimos dias.

Segundo os relatos, Cervantes estava atuando como babá da criança que estuprou no dia 25 de setembro. Ao menos dois outros menores de idade estavam no local e presenciaram o crime.

Eles contaram o episódio a um adulto naquele mesmo dia e, depois, confirmaram o ocorrido a policiais. Segundo as crianças, Cervantes as ameaçou, exigindo que elas “mantivessem segredo”.

O suspeito desmentiu as crianças e garantiu que uma análise de seu celular comprovaria que ele tinha outra preocupação no momento alegado do estupro.

Celular mostrou outros crimes

Cervantes, então, permitiu que a polícia fizesse um download do conteúdo do aparelho e apresentou imagens que ele considerava que o absolveriam.

O que os agentes encontraram, porém, foram dois vídeos incriminatórios. Em um deles, o rapaz aparece mantendo relações sexuais com um cachorro da raça pitbull. Em outro, ele abusa sexualmente de um cervo aparentemente morto.

Cervantes está preso preventivamente, acusado de 25 crimes, e sua audiência acontecerá no próximo dia 1º.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos