Homem é preso por violência doméstica: 'agredi minha esposa mesmo, me prende'

Violência doméstica: mulher foi achada com corte na testa. (Foto: Getty Images)
Violência doméstica: mulher foi achada com corte na testa. (Foto: Getty Images)
  • Polícia foi acionada por filha de 12 anos da vítima

  • Adolescente de 16 anos também foi agredido

  • Homem é acusado de lesão corporal e violência doméstica

A Polícia Militar atendeu uma denúncia de violência doméstica em um residência de Mogi das Cruzes na madrugada desta segunda-feira (13) e prendeu um homem, de 41 anos. No momento da abordagem, ele saiu e disse aos agentes: “agredi minha esposa mesmo. Me prende, me prende.”

Na casa estava a vítima, de 40 anos, e seus filhos, incluindo um adolescente, de 16 anos, que foi agredido quando tentou proteger a mãe, e uma menina de 12 anos, que chamou a polícia. As informações são do portal G1.

Os policiais chegaram à residência na Vila Estação ao redor da 1h, de acordo com o boletim de ocorrência registrado pelos agentes. O caso foi registrado como lesão corporal e violência doméstica.

Ao chegarem no endereço, o jovem os esperava em frente ao imóvel. Enquanto conversavam com o adolescente, o suspeito saiu da casa gritando. De acordo com os policiais, ele aparentava estar sob o efeito de drogas e bebidas alcóolicas, além de ter arranhões pelo corpo.

A mulher foi encontrada deitada em uma cama. Ela tinha um ferimento grande na testa, estancado por uma camiseta. Ela relatou aos policiais que foi agredida pelo homem com um chute e que seu filho também foi agredido ao tentar defendê-la.

Na Central de Polícia Judiciária, a vítima afirmou, em depoimento, que ela e o suspeito estavam em um relacionamento há cinco anos. Neste tempo, ela chegou a deixá-lo duas vezes por conta das agressões. O casal tem dois filhos: uma menina de 3 anos e um menino de 2 meses.

Na madrugada passada, ela conta que saiu com o companheiro para um bar, onde começaram uma discussão, que continuou em casa. Ele acabou dando um chute na testa dela, que sangrou muito. Enquanto o jovem de 16 anos tentava proteger a mãe, sua irmã, de 12 anos, ligou para a polícia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos