Cárcere privado e violência contra mulher: Homem é preso em Osasco (SP)

Homem é preso após manter mulher em cárcere privado em Osasco (SP) - Foto: Reprodução
Homem é preso após manter mulher em cárcere privado em Osasco (SP) - Foto: Reprodução

Paulo José Edilson foi preso na noite desta quarta-feira (3) em Osasco, na região metropolitana de São Paulo, acusado de violência doméstica e cárcere privado de sua companheira.

De acordo com informações da PM, a mulher ficou trancada por mais de 24 horas em um quarto sem banheiro. Para fazer necessidades, usou um pote de sorvete. Ela conseguiu ajuda de vizinhos para acionar a polícia da região.

A Polícia Militar foi até o local e conseguiu resgatar a mulher que foi levada a um hospital, onde foi constatado que ela estava com ferimentos nos braços e na boca.

Outros casos

Recentemente repercutiu nas redes sociais e na imprensa o caso de uma mulher que foi mantida junto com um casal de filhos, de 19 e 22 anos, em cárcere privado por 17 anos, pelo marido. O companheiro da vítima e pai dos jovens, Luiz Antonio Santos Silva, foi preso.

A família foi resgatada por policiais militares do 27º BPM em uma casa sem saneamento em Guaratiba, Zona Oeste do Rio de Janeiro, na última quinta-feira (28), após denúncia anônima.

Além disso, Luiz Antônio tinha o apelido de DJ por colocar música alta para abafar os gritos de socorro das vítimas. Apesar de terem 19 e 22 anos, quando foram resgatados os policiais acreditaram se tratar de crianças com cerca de 10 anos por causa da desnutrição.

No Amazonas uma mulher, de idade não divulgada, foi resgatada de uma situação de cárcere privado em um hotel no Centro de Manaus, na noite de quinta-feira (28).

A ação ocorreu durante fiscalização. A vítima estava amordaçada, amarrada e com sinais de agressão. A polícia também encontrou crianças no quarto. Um homem de 44 anos foi preso em flagrante pelos crimes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos