Homem é preso suspeito de matar idosa e diarista no Rio

Crime aconteceu em edifício de luxo no bairro do Flamengo, Zona Sul do Rio de Janeiro (Foto: Reprodução)
Crime aconteceu em edifício de luxo no bairro do Flamengo, Zona Sul do Rio de Janeiro (Foto: Reprodução)

Um dos suspeitos de ter matado uma idosa e uma diarista no Flamengo, na zona Sul do Rio de Janeiro, foi preso pela Polícia Civil nesta sexta-feira (10). Segundo informações do portal g1, o homem, que não teve sua identidade divulgada, foi detido em Acari, na zona Norte da cidade, e encaminhado para a Delegacia de Homicídios.

Os corpos de Martha Maria Lopes Pontes e Alice Fernandes da Silva foram encontrados na tarde de quinta (9) em um apartamento de luxo no Flamengo. O imóvel pegou fogo e elas, de acordo com a família de uma das vítimas, foram decapitadas. O corpo de uma delas estaria carbonizado.

Ao portal g1, Diogo Fernandes, filho de Alice, revelou que a dona da residência havia sofrido uma tentativa de extorsão por pintores que fizeram um serviço no apartamento.

Diogo afirmou que pintores trabalhavam na casa da idosa há três semanas e todo o serviço tinha sido pago. Depois de 15 dias, voltaram para tentar subornar Martha. Os pedidos de dinheiro continuaram acontecendo.

“Teve outro episódio em que a Dona Martha estava sozinha. Ele foi lá de novo, colocou o pé na porta e a ameaçou, querendo dinheiro. Mas ela não deu”, contou. Na quinta, a mãe de Diogo trabalhava no local, quando um pintor, chamado Carlos, apareceu com outro rapaz e disse que queria falar com Martha.

“Aí aconteceu essa tragédia. Eles roubaram os celulares das duas e provavelmente mais coisas.”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos