Homem em situação de rua é atacado e morto por oito garotas no Canadá

Um homem de 59 anos que vivia em situação de rua em Toronto, no Canadá, foi morto por oito garotas, com idades entre 13 e 16 anos. As informações são da emissora canadense CBC.

O ataque ocorreu na área externa de um abrigo no centro da cidade em 18 de dezembro de 2022, mas a identidade da vítima foi revelada apenas nesta terça-feira. O nome de Ken Lee foi acrescentado ao Toronto Homeless Memorial, que presta homenagem a moradores de rua mortos.

Após ser espancado e esfaqueado pelas garotas, Lee chegou a ser socorrido a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos. As autoras foram acusadas de assassinato em segundo grau, mas suas identidades foram preservadas por serem menores de idade, conforme dita a Lei de Justiça Criminal Juvenil canadense. Segundo a polícia, todas as oito foram acusadas porque cada uma "desempenhou um papel" no crime.

O tributo a Lee ocorreu do lado de fora da Igreja da Santíssima Trindade em Toronto.

Porta-voz do Sancturary Toronto, Doug Johnson Hatlem lida com pessoas em situação de rua e contou que Lee havia imigrado de Hong Kong. A vítima estaria trabalhando para conseguir moradia, segundo ele.

De acordo com o relato de um amigo de Lee, que teria presenciado o ataque, as garotas quiseram pegar uma garrafa de bebida, mas a vítima tentou impedi-las. A polícia confirmou que é considerada a hipótese da tentativa de roubo de uma garrafa de bebida como o fator que motivou o ataque.