Homem entra em museu e destrói artefatos da Grécia Antiga, no Texas

O americano Brian Hernandez, de 21 anos, foi detido nesta quinta-feira pela polícia após entrar no Museu de Arte de Dallas, no Texas, e destruir três artefatos da Grécia Antiga. Aos policiais, ele justificou suas ações afirmando que estava "bravo com a namorada".

Relembre: outros ataques à Mona Lisa, alvo de torta por homem disfarçado de senhora em cadeira de rodas

Louvre: Homem que jogou torta na Monalisa foi internado em ala psiquiátrica na sede da polícia de Paris

Foi fixada uma fiança de US$ 100 mil, cerca de R$ 478 mil. Segundo a polícia, Hernandez usou uma cadeira de metal para invadir o museu, que estava fechado, por volta das 21h45, na quarta-feira.

Durante o acesso de fúria, Brian Hernandez destruiu três peças de cerâmica grega, datadas de mais de 2.000 mil anos atrás. Uma cerâmica feita por nativos americanos também foi destruída pelo homem.

A polícia chegou a afirmar que as peças destruídas estavam avaliadas em mais de US$ 5 milhões. O museu, no entanto, corrigiu a informação posteriormente e disse que o valor pode ser inferior a isso.

Câmeras de segurança mostram o homem abrindo o recipiente onde os artefatos milenares estavam guardados. Ele também teria destruído um computador, um banco e um telefone.

Ele foi encontrado por um guarda de segurança, após seus movimentos terem feito acionar um sensor. Questionado do porque invadiu o museu e atacou as peças, o homem afirmou "ele ficou bravo com sua namorada".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos