Homem estupra vizinha na frente das filhas horas depois de se casar em MG

·2 min de leitura
Polícia Militar segue atrás do suspeito - Foto: Reprodução/Sejusp
Polícia Militar segue atrás do suspeito - Foto: Reprodução/Sejusp
  • Homem estuprou uma vizinha horas depois de ter se casado no civil

  • O crime aconteceu no domingo, momentos antes da cerimônia religiosa de seu casamento

  • O criminoso conseguiu fugir e segue desaparecido

Um homem de 38 está foragido após estuprar a própria vizinha na madrugada do último domingo (14), em Governador Valadares, Minas Gerais. O crime aconteceu horas depois de o suspeito ter se casado com outra mulher.

De acordo com informações do jornal Estado de Minas, a esposa do criminoso contou à polícia que o casal havia se casado no civil no sábado (13) e faria a cerimônia religiosa no próprio domingo.

Também aos agentes, a vítima de 23 anos relatou que estava em casa quando, por volta das 2 horas, foi surpreendida pelo rapaz em sua área de serviço. Ele empunhou uma faca que estava no local e exigiu o telefone celular da jovem, que o entregou.

O suspeito, então, disse que mataria a moça e suas duas filhas de 2 e 4 anos. Ele a levou para a sala e deu início ao estupro. “Vou me casar e essa vai ser minha despedida”, teria dito.

Durante a execução do crime, o homem consumiu um pino de cocaína e invadiu o quarto das crianças, nu, afirmando que as mataria.

A mulher conseguiu contatar a Polícia Militar e fazer a denúncia. Ela também relatou o ocorrido à sua mãe, que, ao ouvir as características do criminoso, suspeitou de um vizinho.

Polícia localiza esposa do suspeito

Na residência apontada pela mulher, os agentes encontraram a esposa do suspeito. Ele confirmou a informação sobre o casamento e informou que o marido havia desaparecido após a cerimônia no civil.

O rapaz chegou a retornar à casa pela manhã no domingo, mas disse que sairia para comprar leite e não voltou mais. Ele segue foragido.

Já a vítima foi levada ao Hospital Municipal de Governador Valadares e passou por atendimento médico. Liberada, entregou à polícia a faca e uma toalha usadas pelo homem, além do pino com restos de cocaína.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos