Homem explica por que desistir da masturbação foi a 'melhor decisão' de sua vida

Grupos de apoio são partes importantes de tratamentos para dependências. Eles representam um espaço onde é possível compartilhar a própria história com outras pessoas e identificar problemas comuns, buscar ajuda em conjunto e compartilhar os momentos de angústia, sem julgamentos. Recentemente, um integrante do fórum de apoio para recuperação de vício em pornografia e comportamento sexual compulsivo publicou o seu relato e disse que deixar de se masturbar foi a sua melhor decisão.

"Hoje marca o dia 90. Eu não tinha ideia de que tinha 3 meses porque não verificava minha sequência com frequência, talvez uma vez a cada 1 ou 2 semanas, o que acho que foi fundamental para minha abstinência", escreveu o usuário que usa um nome fictício.

No fórum online são propostos desafios nos quais os participantes se abstêm de pornografia e masturbação por um período de tempo que geralmente é entre 7 e 30 dias. A comunidade se dedica a quem tem o objetivo de participar casualmente em um desafio mensal como um teste de autocontrole, ou para quem faz uso excessivo de pornografia e que já tenha se tornado um problema em sua vida.

“Durante esses dias, tive mais energia, meu cérebro parou de sexualizar coisas normais e meus problemas para me concentrar e de memória basicamente desapareceram”, escreveu.

Outro usuário da plataforma também relatou os beneficios que experiementou ao fazer parte do grupo e cumprir os desafios propostos para deixar o vício em pornografia e masturbação. Embora ele tenha sentido uma série de benefícios para a saúde, admite que pode ser apenas um efeito psicológico. Mas, afirmou que todas as histórias de sucesso que teve acesso pelo fórum realmente ajudaram na saúde mental de outras pessoas.

Um argumento é que, se uma pessoa parar de se masturbar, isso aumentará os níveis de testosterona. No entanto, como aponta a organização Healthy Male da Austrália, que produz informações sobre a saúde masculina, essa ideia é baseada em um pequeno estudo que descobriu que os níveis de testosterona em homens aumentaram após sete dias de abstinência sexual ou masturbação. Um estudo posterior descobriu que a testosterona também aumenta com a masturbação . Uma terceira pesquisa não encontrou nenhuma diferença real em crescer a quantidade de testosterona se masturbando ou deixando o hábito por mais de sete dias.

Alguns afirmaram que a abstenção da masturbação e da atividade sexual traz níveis mais altos de energia. No entanto, um estudo que avaliou o impacto da masturbação e do sexo na noite anterior aos testes atléticos descobriu que não havia "diferença estatisticamente significativa no desempenho do exercício físico" entre aqueles que se masturbavam, faziam sexo ou se abstinham de ambos.

Abster-se da masturbação pode ter sido benéfico para alguns dos usuários dos grupos de apoio, em que alguns dizem que são viciados em sexo, mas os benefícios para a população em geral não são tã claros na medicina. O procedimento ideal para uma pessoa que desconfia que seja viciada em sexo ou masturbação, é buscar ajuda médica.