Homem gasta R$ 800 mil para ficar mais alto; veja antes e depois

Roy Conn, de 68 anos, resolveu investir 130 mil libras esterlinas, o equivalente a R$ 836 mil para fazer uma cirurgia nos Estados Unidos e aumentar a estatura em oito centímetros.

Segundo o canal britânico ITV, o idoso tinha 1,67 de altura e após passar pelo procedimento chamado de alongamento do fêmur, ficou com 1,75.

De acordo com os médicos, o procedimento é bastante doloroso, já que consiste em quebrar os ossos das pernas. Na sequência, uma haste foi incluída dentro dos ossos. Toda a cirurgia durou uma hora e meia, recebendo alta médica em seguida.

Em entrevista ao programa This Morning na manhã quinta-feira, Roy contou que não tinha "complexo" sobre a estatura e que não passou muito tempo pensando em como o procedimento seria.

—Eu não tinha um grande complexo sobre isso, só sempre soube que era baixo — afirmou e ainda acrescentou:

—Eu não me preocupei muito. De certa forma, tive a ideia e fui atrás — contou.

Segundo o médico responsável pela cirurgia, Kevin Debiparshad, a adesão ao procedimento teve um aumento após a pandemia, já que muitos dos pacientes podem passar pelo processo de recuperação em casa.

— O paciente passa por um processo de 'alongamento', que leva mais ou menos um milímetro por dia. Leva cerca de 25 dias para crescer dois centímetros e meio — afirmou o médico em entrevista aos jornalistas britânicos.