Homem identificado com variante Delta do coronavírus em São João de Meriti não viajou

·1 minuto de leitura

Um homem de 30 anos identificado com a variante Delta do novo coronavírus em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, não viajou nem teve contato com pessoas que tenham saído do Brasil recentemente, é o que afirma a Secretaria municipal de Saúde do município. Ele também não havia tomado nenhuma dose das vacinas contra a Covid-19.

De acordo com a prefeitura, no dia 4 de julho o caso foi identificado através da pesquisa genômica aleatória realizada pelo Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels - LACEN RJ. O homem está bem de saúde e não transmite mais o vírus, segundo a secretaria de Saúde. A coleta ocorreu no dia 16 de junho.

Nesta segunda-feira, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) afirmou que foram identificados dois casos da variante no Rio de Janeiro, uma em São João de Meriti e outra em Seropédica. Em maio, um morador de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, testou positivo para Covid-19 assim que voltou de viagem a trabalho para a Índia. O sequenciamento do vírus confirmou que o paciente havia sido contaminado pela Delta.

No caso de Seropédica, também na Baixada Fluminense, a paciente é uma mulher de 22 anos, de acordo com a SES. Por meio de uma publicação nas redes sociais, a Secretaria municipal de Saúde afirmou, na noite desta segunda-feira, que "o caso já foi investigado e está sendo monitorado pela Vigilância Epidemiológica Municipal", acrescentando que a paciente em questão "encontra-se em domicílio e recuperada da doença".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos