Homem leva picada de cobra, mata animal e leva para UPA, em GO

·1 min de leitura
Réptil era uma jararaca. Foto: Reprodução/ TV Anhanguera
Réptil era uma jararaca. Foto: Reprodução/ TV Anhanguera

Após ser picado por uma cobra em Catalão (GO), um homem matou o animal e o levou até Unidade de Pronto Atendimento Dr. Jamil Sebba (UPA). O réptil tinha aproximadamente 1,5 metro de comprimento.

Segundo a UPA, o paciente queria facilitar o atendimento médico e receber o soro antiofídico, para combater o veneno, certo e de forma mais ágil. O caso aconteceu no último sábado (22).

O diretor da unidade de saúde disse que ele recebeu o soro e ficou em observação por 24 horas antes de ser liberado.

A cobra em questão era uma jararaca, de acordo com a médica veterinária Luana Borboleta, ouvida pelo portal G1. A médica afirmou que a espécie é peçonhenta e agressiva. Sua picada pode causar desde necrose local até óbito por acidente vascular cerebral.

O delegado Luziano Carvalho, da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Ambientais (Dema), explicou ao portal que o crime de matar ou maltratar animais selvagens só existe na forma dolosa, ou seja, quando há intenção de fazer mal ao bicho. Dessa forma, esse caso não pode ser considerado um delito, já que se tratava de uma ação de autopreservação.

Além disso, o delegado disse que situações em que pessoas matam cobras para se proteger é comum no estado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos