Homem mata amigo acidentalmente ao tentar atirar em animal durante caça em SC

Homem mata amigo com tiro acidental de espingarda - Foto: Getty Images
Homem mata amigo com tiro acidental de espingarda - Foto: Getty Images
  • Homem mata o próprio amigo com quem caçava em um município catarinense

  • O rapaz tentou atingir um animal, mas acabou acertando Fernando Corrêa, de 35 anos

  • As espingardas utilizadas pela dupla estavam irregulares

Um homem foi morto pelo próprio amigo acidentalmente, após a dupla sair para caçar animais na cidade de Lebon Régis, em Santa Catarina, no último domingo (17).

De acordo com informações do G1, Fernando Corrêa, de 35 anos, foi atingido pelo tiro de uma espingarda empunhada pelo colega em uma zona de mata da região. Ele não resistiu e morreu no local.

Em depoimento à Polícia Civil, o amigo de Fernando assumiu a autoria do disparo e explicou que a morte foi acidental.

O caçador relatou que atirou na direção de um animal que passava pela região, sem perceber a presença do colega nas proximidades, por conta da roupa camuflada que Fernando vestia.

"Em determinado momento, eles (caçadores) se afastaram, cada um foi para um lado do terreno. Segundo o autor, ele ouviu um disparo e foi em direção ao disparo. Ele viu um veado, disparou contra esse veado e atingiu o amigo”, relatou o delegado responsável pelo caso, Thiago da Costa Passos, ao G1.

Ainda segundo o relato do delegado, o responsável pelo disparo só percebeu que havia atingido Fernando momentos mais tarde, ao chamar pelo amigo e não obter resposta.

Imediatamente, o rapaz, desesperado, procurou socorro e auxiliou a polícia a chegar à trilha onde estavam, de difícil acesso.

Armas irregulares

Após constatar a morte de Fernando, a polícia apreendeu as espingardas utilizadas pela dupla e notou que as armas estavam irregulares. Os rapazes também não tinham autorização para caçar naquela região.

"Eles não tinham autorização para a caça e as armas eram ilegais. Segundo o autor, as armas eram das vítimas. Espingardas calibre 12", contou Costa Passos.

O atirador foi autuado pelo crime de homicídio culposo e responderá ao processo em liberdade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos