Homem mata esposa a pauladas com ajuda de amigos no RJ; polícia segue em busca de dois suspeitos

Uma mulher de 23 anos foi morta pelo próprio marido com ajuda de um casal em Tanguá, no interior do Rio. Eduarda da Silva Cordeiro estava desaparecida desde o último dia 30. Maurício Gonçalves da Conceição, de 25, que era casado com a vítima, foi preso na manhã de ontem. A Polícia Civil segue em busca de Douglas Duarte do Patrocínio, de 36, e de Cristiane Carlos da Silva, de 42. Os dois são suspeitos de envolvimento no crime.

Entregador baleado por PMs: Vítima que alega inocência tem prisão relaxada

Inusitado: Pudim é atingido por bala perdida no réveillon: 'Foi um livramento', diz mulher que viu a cena

As investigações apontam que Eduarda foi vista pela última vez entrando em uma matagal próximo a localidade da “Ponte Branca”. Segundo a polícia, ela estava acompanhada de Maurício, Douglas e Cristiane, que era prima da vítima. Todos foram vistos saindo do local, menos Eduarda.

Crime na Baixada: Homem que matou mulher asfixiada é preso por feminicídio em Belford Roxo

Preso por agentes da 70ª DP (Tanguá), Maurício confessou o crime e disse ter sido traído pela esposa. Segundo disse à polícia, Eduarda foi morta a pauladas com ajuda dos amigos. O corpo da jovem foi deixado na área de mata.

Combate: Castro toma posse no Rio com promessa de 'ciclo virtuoso' na economia e prioridade no combate ao feminicídio

Na noite de quinta-feira, o Disque Denúncias divulgou um cartaz pedindo informações que levem ao paradeiro de Douglas e Cristiane. Contra os dois foram expedidos mandados de prisão temporária. Eles já são considerados foragidos da Justiça.