Homem mata ex, mãe e irmã e fere outras duas pessoas da família, em Brumadinho

Hervane Carlos de Jesus Rezende, homem suspeito de matar a ex e outras duas pessoas, segue foragido. (Foto: Reprodução/TV Globo)
Hervane Carlos de Jesus Rezende, homem suspeito de matar a ex e outras duas pessoas, segue foragido. (Foto: Reprodução/TV Globo)
  • Crime ocorreu após desentendimento de suspeito com irmã da ex

  • Pai e outra irmã da ex ficaram feridos e seguem internados

  • Homem mata família e foge a pé

Um homem invadiu a casa da ex-companheira, no bairro Progresso, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e assassinou três pessoas e feriu outras duas, nesta terça-feira (12).

O suspeito é Hervane Carlos de Jesus Rezende, de 35 anos. As vítimas chegaram a ser socorridas na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Brumadinho, mas três não resistiram.

O ataque culminou na morte da ex-companheira de Hervane, Nisimara Pereira da Silva, a mãe dela, Adalcida Pereira de Araújo, e de uma das irmãs, Nisiane Mary Pereira de Araújo.

Já o pai, Celso Pereira de Araújo, e a outra irmã, Nisiquele Pereira de Araújo, ficaram feridos e se encontram internados. Pai e filha não estão em risco de morte.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG). Os corpos das vítimas passarão por exame de necropsia no Posto Médico Legal, em Betim. O suspeito ainda não foi detido.

Crime ocorreu após desentendimento com irmã

Segundo a polícia, Hervane e Nisimara haviam terminado o relacionamento há um mês. Na tarde desta terça-feira, ele foi até a casa da ex para buscar os filhos, de 5 e 7 anos, para levá-los para um sítio. Ele acabou discutindo com uma das irmãs de Nisimara e prometeu que voltaria para matar toda a família.

Em seguida, Hervane buscou uma arma no carro e disparou contra a família da ex-companheira.

Em relato à Polícia Militar, vizinhos afirmaram que o suspeito é violento e já havia feito diversas ameaças à família, que não acreditava que ele seria capaz de cometer um crime. Nenhum registro de ocorrência havia sido registrado contra ele até então.

Hervane teria fugido a pé com a arma e deixado o carro para trás. Segundo testemunhas, ele teria ido em direção ao rio Paraopeba, onde agentes agora realizam buscas com auxílio de cães farejadores e um helicóptero.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos