Homem mata família inteira em casa de alto padrão em Porto Alegre, diz polícia

PORTO ALEGRE, RS (FOLHAPRESS) - Um empresário matou a própria família e cometeu suicídio na manhã desta quarta-feira (27) em Porto Alegre, segundo a polícia.

Conforme a Polícia Civil do Rio Grande do Sul, o homem de 44 anos matou o filho adolescente de 14 anos, a mulher de 45 anos, a mãe dele, de 79 anos e a sogra, de 81. Os nomes das vítimas não foram divulgados.

De acordo com o tenente-coronel Eduardo Michel, comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar, houve uma informação da ocorrência de disparos feita pelo zelador do condomínio por volta das 8h da manhã.

O autor do crime seria proprietário de duas empresas em Porto Alegre e Canoas.

Ainda segundo a PM, os disparos foram feitos nos cômodos em que elas dormiam. Os corpos foram encontrados em três cômodos no segundo dos três andares da casa. Em um dos quartos estavam os corpos das duas idosas, no outro, o da esposa do autor e, no último, o do autor e o do filho adolescente.

Uma mulher que trabalhava na casa e seria parente das vítimas sobreviveu. Ela estava no térreo da casa enquanto ocorriam os disparos.

Os disparos foram feitos por uma espingarda de calibre 12. Esta e uma outra espingarda semelhante foram apreendidas.

O crime ocorreu em um condomínio de casas no bairro Santa Tereza, uma das áreas com vistas mais privilegiadas de Porto Alegre, no alto do morro Santa Tereza, onde as residências são voltados ao lago Guaíba e ao estádio Beira-Rio.

A investigação do crime ficará a cargo da 4ª Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa. Segundo o delegado Rodrigo Garcia, uma das hipóteses a serem investigadas é que o homem teria dopado a família antes de cometer os assassinatos.

Conforme Garcia, em depoimento, a parente das vítimas que dormia no andar térreo afirmou que o empresário teria oferecido a ela um medicamento na noite anterior. Porém, isso não despertou suspeitas, dado que seria um hábito seu durante a pandemia. Ela aceitou o comprimido, mas mesmo assim ouviu os disparos pela manhã e acionou o zelador do condomínio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos