Homem mata funcionária da polícia francesa a facadas perto de Paris

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A polícia francesa investiga um ataque a faca ocorrido nesta sexta-feira (23) contra a oficial administrativa de uma delegacia em Rambouillet, a cerca de 60 km de Paris. A mulher de 49 anos chegou a ser socorrida por profissionais de saúde, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo as primeiras informações, a vítima voltava ao trabalho após o horário de almoço quando foi esfaqueada duas vezes na garganta por um homem de 36 anos identificado apenas por sua nacionalidade tunisiana. O criminoso foi morto a tiros por policiais. Sua motivação ainda não está clara e, de acordo com o jornal Le Monde, a Procuradoria Nacional Antiterrorismo avalia o caso. O primeiro-ministro da França, Jean Castex, e o ministro do Interior, Gérald Darmanin, disseram que estão a caminho de Rambouillet para acompanhar as investigações. Rambouillet, cidade com pouco mais de 26 mil habitantes, fica no departamento de Yvelines, o mesmo onde Samuel Paty, um professor de história e geografia do ensino fundamental, foi decapitado por um jovem refugiado de origem tchechena após ter mostrado charges do profeta Maomé aos estudantes, durante uma aula sobre liberdade de expressão.