Homem morre em protesto contra o governo em Cuba, diz mídia estatal

·1 minuto de leitura
Policiais à paisana e apoiadores do governo cubano durante protestos em Havana

HAVANA (Reuters) - Um homem morreu e vários cidadãos e autoridades de segurança ficaram feridos durante protesto nos arredores de Havana na segunda-feira, informou a agência estatal de notícias cubana nesta terça-feira.

É a primeira confirmação oficial de morte durante a agitação em Cuba que começou no domingo com protestos em todo o país em meio à profunda crise econômica e ao aumento de casos de Covid-19.

A Agência Cubana de Notícias disse que "grupos organizados de elementos antissociais e criminosos" tentaram chegar à delegacia do subúrbio de La Guinera com o objetivo de atacar seus funcionários e danificar a infraestrutura.

(Reportagem de Sarah Marsh)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos