Homem perde pendrive com dados de quase meio milhão de moradores de cidade no Japão

Um homem que não teve a identidade revelada perdeu um pendrive com os dados de 465.177 moradores da cidade de Amagasaki, no noroeste de Osaka, no Japão, depois de uma noite bebendo em um restaurante. A informação foi divulgada nesta quinta-feira em um comunicado do governo local. Conforme as autoridades, a pessoa envolvida no caso trabalha para uma empresa encarregada de fornecer benefícios a famílias isentas de impostos.

A emissora pública NHK detalhou que o homem, que tem cerca de 40 anos, adormeceu na rua depois de consumir bebidas alcoólicas. Quando acordou, percebeu que a mochila onde estava o dispositivo havia sumido.

Ainda segundo o governo de Amagasaki, o homem foi ao centro de informações da prefeitura na terça-feira, e transferiu os dados dos moradores para um pendrive. A base incluía os nomes, datas de nascimento e endereços de toda a população. O USB tinha ainda informações confidenciais, incluindo detalhes fiscais, nomes e números de contas bancárias e informações sobre famílias que recebiam assistência pública, como pagamentos de creches.

Na quarta-feira, o funcionário procurou o pendrive, mas não conseguiu encontrá-lo, e registrou um boletim de ocorrência de perda de propriedade na polícia, de acordo com o comunicado do governo. No final da tarde, a empresa notificou as autoridades da cidade sobre a perda.

Apesar de o USB ser criptografada e nenhum vazamento de dados ter sido confirmado até o momento, a prefeitura informou que o homem não tinha permissão para transferir os dados para um dispositivo eletrônico separado. No comunicado, a prefeitura também criticou o funcionário por não ter apagado os dados do pendrive após concluir o trabalho na prefeitura e por carregá-lo pessoalmente em vez de usar um método de transporte mais seguro.

A prefeitura garantiu fará pagamentos às famílias elegíveis aos benefícios sem atrasos e fornecerá mais informações sobre o caso a medida que a investigação avançar. No comunicado oficial, terminou ressaltando que funcionários precisam obter permissão antes de retirar pendrives dos escritórios da cidade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos