Homem que agrediu faxineira em MG vai à delegacia, mas fica em silêncio

Em BH, uma faxineira de 50 anos foi agredida por um homem enquanto lavava a calçada Foto: Reprodução / Estado de Minas.
Em BH, uma faxineira de 50 anos foi agredida por um homem enquanto lavava a calçada (Foto: Reprodução / Estado de Minas)

Nesta sexta-feira (23), Rafael Birro, o homem que agrediu a faxineira Lenirge Alves de Lima, de 50 anos, em Belo Horizonte, em Minas Gerais, foi à Polícia Civil para prestar depoimento. No entanto, ele optou por ficar em silêncio.

Segundo informações do jornal Estado de Minas, o homem já havia sido intimado para prestar depoimento, mas não compareceu. Hoje, ele esteve em uma delegacia, mas não falou nada às autoridades.

“Ele está no direito dele. Pensando no meu lado, ele tinha que se explicar; até mesmo para as pessoas entenderem o que aconteceu”, disse Lenirge, que foi alvo da agressão na sexta-feira passada (16).

Ao jornal, a Polícia Civil de Minas Gerais afirmou que o homem assinou um termo de compromisso de comparecimento em audiência judicial já agendada. A data deve ser divulgada.

Relembre o caso

A faxineira Lenirge Alves, de 50 anos, foi agredida por um homem na última sexta-feira (16) enquanto lavava a calçada de um prédio na Rua Bernardo Guimarães, no bairro de Lourdes, próximo a Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Nas imagens divulgadas, ele caminha pelo passeio até ser interrompido pelo jato de água da mangueira de Lernige.

Após a faxineira perceber sua presença, ela interrompe a água, permitindo que o homem siga em frente. Contudo, ele fala algo a ela e depois a ataca.

"Foi uma coisa que eu não imaginava, estava trabalhando, e veio ele fazendo isso comigo. É triste, porque se a gente não trabalha, é vagabundo. Se trabalha, vem um covarde me agredir. Estou muito revoltada", disse Lenirge Alves, responsável pela limpeza do Edifício Griffe, ao jornal Estado de Minas.