Homem que assassinou esposa e sogra diz que também matou filha para ela "não ficar sem pais"

·2 min de leitura
Miqueias foi preso pela polícia - Foto: Reprodução/EPTV
Miqueias foi preso pela polícia - Foto: Reprodução/EPTV
  • Homem matou sogra, esposa e filha com golpes de enxada e pá na cabeça

  • Ele mesmo ligou para a polícia e disse que havia "feito besteira"

  • O rapaz foi preso e responderá pelo crime de triplo feminicídio

Miqueias da Silva Santana, de 30 anos, foi preso na última terça-feira (18) pelos assassinatos da esposa, da sogra e da própria filha em Campinas, interior de São Paulo. Em depoimento à Polícia Civil, ele alegou que matou a criança de 3 anos para que ela não ficasse sozinha.

O rapaz cometeu os crimes entre a noite de segunda e a manhã de terça. Primeiro, assassinou a sogra, Creuza Aparecida Bernardes, de 71 anos, e a filha, Manuela Bernardes Santana, com golpes de pá e enxada na cabeça. Horas mais tarde, repetiu o ataque com a esposa, Claudia Bernardes Santos, de 34.

O próprio Miqueias foi o responsável pela denúncia dos crimes. Por volta das 9 horas, contatou a polícia e disse que havia “feito besteira”. Posteriormente, em depoimento, contou que matou a sogra por interferir demais em seu relacionamento, a mulher por conta de diversas discussões de casal e a filha porque ela ficaria sem os pais e a avó.

"Na mente dele, ele entendeu que seria a melhor solução, conforme declarações, porque ela [a filha] ficaria sem mãe, avó e o pai, porque o pai ficaria preso", relatou ao G1 o delegado Mateus Rocha, da 2ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

Mateus contou que a “tranquilidade” com que Miqueias relatou os assassinatos surpreendeu. O delegado explicou, também, que os crimes foram praticados momentos depois de uma discussão do rapaz com a esposa.

“Houve um desentendimento há cerca de três meses, segundo ele a convivência entre os dois piorou e começaram a discutir mais. Até que na data de ontem, houve nova discussão, ele saiu de casa a pretexto de buscar refrigerante para família e decidiu que era aquele o momento de praticar o crime. Ele voltou pra casa, se apoderou da ferramenta que tinha lá, agrediu primeiramente a sogra, a filha, em seguida a esposa entrou em luta corporal e acabou sendo vitimada."

Mulher estaria buscando separação

A polícia disse não saber os motivos das discussões entre o casal, mas Claudia teria relatado a amigas próximas que Miqueias brigava demais e que ela queria separar-se do marido.

O caso está sendo investigado pelo 2º DDM como triplo feminicídio. A pá e a enxada utilizadas nos assassinatos foram apreendidas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos