Homem que espancou filho foi expulso de reality e tem caráter 'agressivo'

Criança teve ombro fraturado e precisou passar por cirurgia

Ex-participante de reality show, homem que espancou o próprio filho foi detido. (Foto: Arquivo Pessoal)
Ex-participante de reality show, homem que espancou o próprio filho foi detido. (Foto: Arquivo Pessoal)

Detido nesta segunda-feira (23), o homem que espancou o próprio filho de 5 anos tem caráter "agressivo". A declaração contra José Lucas Dias Barreto consta no pedido de prisão feito pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ).

Vizinhos têm medo

De acordo com informações do portal g1, investigadores que trabalharam no caso chegaram a ir ao bairro onde o suspeito vivia com a criança para tentar obter detalhes sobre o convívio de ambos, mas não conseguiram, uma vez que os vizinhos se negaram a depor por conta do medo que sentiam de José Lucas.

Enfermeiros depõem

Quem relatou o perfil "agressivo e desconexo" do pai foram os enfermeiros responsáveis pelo atendimento ao filho agredido. Eles relataram que, além das ameaças verbais, viram o rapaz dando tapas na cabeça da criança antes que ela fosse submetida a cirurgia.

Ainda segundo o depoimento dos profissionais da saúde, José Lucas misturava palavras aleatórias, como xingamentos e palavrões, com citações a Deus e também afirmou que ia "matar todas as mulheres".

Ex-companheira confirma relatos

Em depoimento à polícia, a mãe da criança, que não teve a identidade revelada, informou que não detém a guarda do filho e que seu ex-companheiro é uma pessoa "agressiva e psicótica".

Expulsão por ameaça

Tal perfil de José Lucas já havia sido evidenciado em rede nacional durante sua participação no programa "A Fazenda de Verão", da TV Record, em 2012.

Na ocasião, o modelo entrou para substituir um rapaz que havia desistido do reality show, mas acabou expulso depois de ameaçar um participante enquanto segurava um machado.

Na ocasião, a emissora comunicou a expulsão afirmando que o comportamento de José Lucas era "incompatível com o funcionamento do programa e com as regras básicas de convívio".

Graves lesões

Após a prisão do suspeito, a criança agredida foi levada a um pronto-socorro com diversos ferimentos graves, como uma fratura no ombro, escoriações em diversas partes do corpo e lesões no nariz e na boca.

Além disso, o garoto apresentava hematomas mais antigos, além de marcas de queimaduras por cigarro nas pernas.

Suspeito alega "brincadeira"

Em depoimento à polícia, José Lucas afirmou que as fraturas e as lesões foram causadas durante uma "brincadeira de lutinha" com o filho.