Homem que matou a mãe a facadas e simulou assalto é condenado em GO

Homem matou a mãe em cidade goiana - Foto: Getty Images
Homem matou a mãe em cidade goiana - Foto: Getty Images
  • Homem matou a mãe a facadas após uma discussão pelo horário que havia chegado em casa

  • Ele chegou a alegar que ela havia sido vítima de um assaltante, mas confessou o crime posteriormente

  • Julgado, o rapaz foi condenado a 24 anos de prisão em regime fechado

Um homem foi condenado a 24 anos de prisão em São Patrício, Goiás, por assassinar a própria mãe a facadas em outubro de 2020. As informações são do G1.

A juíza Marina Cardoso Buchdid ordenou que o criminoso cumpra a sentença por feminicídio em regime fechado. Ainda cabe recurso.

Edivaldo Silva de Oliveira foi considerado culpado pela morte de Laura Pereira de Oliveira. Na noite do crime, o suspeito desferiu os golpes na vítima e saiu gritando na rua, alegando que ela havia sido atacada por um assaltante.

“Os vizinhos acudiram, a Polícia Militar foi ao local e, a princípio, nós acreditamos na versão inicial dele. Passado o dia inteiro, ele foi ao velório e ao enterro da mãe. No fim da tarde de domingo, alguém informou que teria sido ele o autor”, explicou o delegado responsável pelo caso.

Criminoso confessa

Edivaldo, então, foi detido e levado à delegacia para prestar esclarecimentos. Lá, admitiu ter sido o responsável pelas facadas em Laura. O rapaz explicou, ainda, que cometeu o crime após a mãe reclamar do horário que ele havia chegado em casa.

“Ele teria chegado tarde, por volta de 1h. A mãe chamou a atenção dele, porque só estava chegando tarde. Após essa breve discussão, eles foram dormir, mas veio na cabeça dele a vontade de matar a mãe. Ele pegou a faca e deu dois golpes no peito, com ela dormindo.”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos