Homem que matou esposa por recusar visita de parentes com Covid é condenado em GO

Homem matou esposa a facadas em Catalão - Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Homem matou esposa a facadas em Catalão - Foto: Reprodução/TV Anhanguera
  • Homem matou a esposa a facadas em junho do ano passado

  • Criminoso agiu após a vítima se recusar a receber parentes com Covid-19

  • Ele foi condenado a 18 anos de prisão por júri popular

Um idoso de 65 anos foi condenado a 18 anos de prisão na última quarta-feira (23) em Catalão, Goiás, pelo assassinato a facadas da própria esposa.

De acordo com informações do portal g1, Rui Marques Ribeiro atacou a vítima em junho de 2021, depois que ela se recusou a receber a visita de parentes contaminados com a Covid-19.

A sentença de júri popular condenou o idoso a regime de prisão fechado por feminicídio cometido por motivo fútil e com recurso que dificultou a defesa da vítima.

Rui Marques foi preso após o crime e está detido. Por isso, ele terá de cumprir cerca de 16 anos de detenção.

Entenda o caso

Segundo a sentença, o episódio aconteceu quando o casal estava reunido em casa e Rui anunciou que alguns de seus parentes gostariam de visitá-los.

A vítima, porém, não gostou e pediu que o marido cancelasse o encontro porque os familiares estavam infectados pelo coronavírus. Rui a atacou e desferiu diversas facadas em seu corpo.

A polícia foi chamada e prendeu o criminoso tentando escapar do local sobre o muro da casa, com uma faca suja de sangue.

O suspeito confessou o crime. Segundo relatos, ele já havia agredido a esposa em outras oportunidades.