Homem responsável por chacina em creche de Saudades recebe alta e vai para cadeia

·1 minuto de leitura
Relatives stand outside the Aquarela preschool in Saudades, in the southern state of Santa Catarina, Brazil, Tuesday, May 4, 2021. According to police an 18-year-old teenager entered the day care center with a knife and stabbed and killed three children and a teacher. (AP Photo/Liamara Polli)
Crime aconteceu na creche Aquarela, em Saudades, Santa Catarina (Foto: AP Photo/Liamara Polli)
  • Responsável por chacina recebeu alta e por preso

  • Após invadir creche e matar cinco pessoas, homem de 18 anos tentou se matar

  • Inquérito deve ser encerrado nesta semana

O homem que invadiu uma creche e matou cinco pessoas em Saudades, Santa Catarina, teve alta hospitalar nesta quarta-feira (12). O rapaz de 18 anos agora está detido no Presídio Regional de Chapecó, de acordo com o Departamento de Administração Prisional. As informações são do portal G1.

O ataque aconteceu em 4 de maio, quando o homem entrou em uma creche na cidade e matou três crianças e duas mulheres, uma professora e uma agente educacional. Outra criança ficou ferida e teve alta do hospital no último domingo (9).

Leia também

Após o ataque, o homem tentou se matar. Ele foi preso em flagrante e teve de ser levado ao hospital, onde ficou internado até esta quarta-feira. Agora, ele está em prisão preventiva.

Ao G1, o Departamento de Administração Prisional informou que o responsável pela chacina está em isolamento, pois cumpre os protocolos de prevenção contra a covid-19.

No último dia 10, no hospital, o homem prestou depoimento. De acordo com a Polícia Civil, a conversa teve cerca de uma hora. Não há previsão para que ele seja ouvido novamente, mas o inquérito deve ser encerrado ainda nesta semana.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos