Homem se passava por pastor para cometer furtos

Um homem que se passava por pastor evangélico foi preso, nesta segunda-feira, por policiais da 21ª DP (Bonsucesso), acusado de furto qualificado, em Guaratiba, na zona Oeste do Rio. Se apresentando como religioso para ganhar a confiança das pessoas, o homem, que sempre estava acompanhado de uma mulher, pedia para entrar na casa das pessoas com o pretexto de fazer uma oração.


Enquanto um distraía a vítima, o outro fazia a limpa nos cômodos da casa. Eles tinham como costume furtar dinheiro, joias e cartões bancários, que eram usados para efetuar compras em lojas e saques de altos valores em caixas eletrônicos. De acordo com a polícia, as vítimas só percebiam o rombo depois ou quando eram notificadas pelos bancos dos saques e compras registradas nos cartões.

A polícia chegou até a ele por informações do Disque Denúncia e o Setor de Inteligência. Contra ele, havia três mandados de prisão pendentes. O homem tentou fugir pelos fundos da casa, mas foi capturado pela polícia. Ele tem oito anotações criminais por furto qualificado e associação criminosa, acumulando três condenações.