Transplante de coração de porco para humano é bem sucedido

·1 min de leitura
  • Homem recebeu um transplante de coração de porco geneticamente modificado

  • David Bennett não teve autorização para entrar na lista de receptores de órgãos, por estar em estado terminal

  • O paciente passa bem, mas ainda não se sabe quais serão os efeitos da cirurgia a longo prazo

David Bennett, de 57 anos, é a primeira pessoa a receber um transplante de coração de porco. O órgão foi modificado geneticamente para que Bennet o recebesse sem problemas para sua saúde.

O procedimento experimental aconteceu nos Estados Unidos, no centro médico da Universidade de Maryland, e durou sete horas.

O transplante era considerado como a última esperança de David Bennett. Ele passa bem, mas ainda não se sabe quais as chances de sobrevivência do paciente a longo prazo. “Era morrer ou fazer esse transplante”, disse Bennett, um dia antes do procedimento. “Eu sei que é um tiro no escuro, mas é minha última escolha.”

Especialistas da Universidade de Maryland receberam autorização dos órgãos regulatórios dos Estados Unidos para fazer o transplante. Bennett foi considerado inelegível para receber o coração de um humano. Essa decisão é tomada quando o paciente já está com a saúde debilitada.

O médico cirurgião Bartley Griffith e o paciente, David Benett, que recebeu um transplante de coração de porco (Foto: Divulgação/University of Maryland)
O médico cirurgião Bartley Griffith e o paciente, David Benett, que recebeu um transplante de coração de porco (Foto: Divulgação/University of Maryland)

A expectativa dos médicos responsáveis é que o procedimento pode mudar vidas em todo o mundo. Para o cirurgião Bartley Griffith, o transplante poderia ser “um passo mais perto de resolver a crise de escassez de órgãos”. O procedimento é chamado de xenotransplante.

Segundo a Universidade de Maryland, na última segunda-feira (10), Bennet estava respirando sozinho. Mas, há a apreensão de saber o que acontecerá com o paciente de agora em diante. “Nós nunca havíamos feito isso em um humano e eu gosto de pensar que nós demos a ele uma opção melhor do que continuar sua terapia", disse Griffith. "Mas se [ele viverá] um dia, semana, mês, ano, eu não sei dizer."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos