Homem sofre parada cardíaca e morre após agredir esposa grávida no DF

Homem morreu após agredir esposa - Foto: Reprodução/TV Globo
Homem morreu após agredir esposa - Foto: Reprodução/TV Globo
  • Homem morreu após sofrer parada cardíaca enquanto era contido pela polícia

  • Rapaz agrediu esposa grávida e ameaçou o enteado dentro de casa

  • Socorro tentou reanimá-lo por 45 minutos, mas não teve sucesso

Um homem morreu na madrugada da última quarta-feira (2) no Gama, Distrito Federal, ao sofrer uma parada cardíaca momentos após agredir a própria esposa grávida.

De acordo com informações do portal Metrópoles, a Polícia Militar foi chamada para atender uma ocorrência de violação à Lei Maria da Penha no Setor Industrial.

A mulher explicou que o marido havia chegado em casa alterado, por uso de cocaína, e deu início às agressões, além de destruir o que encontrava pela frente.

Em certo momento, ele pegou o enteado, menor de idade, e passou a ameaçá-lo. A esposa e a mãe do suspeito entraram em casa com agentes da PM e conseguiram acalmá-lo.

Nova agressões e morte

Pouco depois, porém, o criminoso voltou a se descontrolar e deu início a novas agressões. Enquanto a polícia tentava contê-lo, porém, o rapaz sofreu uma parada cardíaca.

O socorro foi chamado e tentou reanimá-lo por cerca de 45 minutos, mas sem sucesso. O óbito foi confirmado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), e o caso foi registrado na 20ª DP (Gama).