Homem suspeito de matar funcionário no RS se entrega à polícia

Homem é suspeito de matar funcionário de empresa na Região Metropolitana de Porto Alegre - Foto: Reprodução
Homem é suspeito de matar funcionário de empresa na Região Metropolitana de Porto Alegre - Foto: Reprodução
  • Polícia descartou teoria que vítima era subordinada do suspeito

  • Homem é acusado de matar funcionário durante expediente de empresa em São Leopoldo

  • Crime foi flagrado por câmeras de segurança

A Polícia Civil prendeu o homem suspeito de matar Marcelo Camilo durante o expediente em uma empresa de São Leopoldo (RS), após ele se entregar nesta quinta-feira (9). O homem teve a prisão temporária de 30 dias decretada, segundo o delegado responsável pelo caso, André Serrão.

Marcelo foi morto na última segunda-feira (6), mas a polícia ainda não sabia a localização do suspeito. Na quinta, ele foi à delegacia acompanhado de seu advogado e afirmou que causou a morte acidentalmente. As informações são do portal G1.

Após a prisão temporária, a Polícia Civil descartou a hipótese de que a vítima seria subordinada do suspeito, e que a morte teria ocorrido após uma pausa para o café fora de hora. A empresa já havia negado a relação de trabalho entre os dois.

Câmeras de segurança flagraram o crime, que aconteceu dentro das dependências da empresa de revestimentos industriais, Sulcromo. O vídeo mostra a vítima saindo de uma sala com a mão no peito e cambaleando. Ele passou por um setor em que outros funcionários estavam trabalhando e saiu outra porta.

Em seguida, o homem que, segundo a polícia, é o suspeito do crime foi atrás da vítima, mas não pareceu prestar socorro. A cena ainda chama a atenção de outros colegas que estavam no local.

A vítima chegou ao hospital com um ferimento no coração causado por duas perfurações de objeto cortante e sofreu três paradas cardíacas antes de morrer.

Em nota, a empresa "lamentou profundamente" a morte do funcionário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos