Homem suspeito de torturar a mulher durante 9 anos é preso em Curitiba

Um homem, de 35 anos, foi preso suspeito de estuprar, agredir e torturar a esposa, de 32 anos, no bairro São Dimas, em Colombo, Região Metropolitana de Curitiba. A prisão preventiva aconteceu nesta terça-feira.

Bruno e Dom: Indígenas vão ao STF para exigir do governo federal proteção aos povos isolados

Nova tattoo: Pepê, da dupla com Neném, revela reação da família ao surgir com rosto tatuado: 'Filho saiu correndo'

De acordo com a Polícia Civil do Paraná (PCPR) após agressões ocorridas em maio, a mulher registrou um boletim de ocorrência. No depoimento, a vítima disse que sofria agressões físicas e psicológicas há 9 anos. A Justiça concedeu uma medida protetiva de urgência. Ainda de acordo com as investigações, o homem possui passagem policial por roubo e furto.

Na delegacia, a mulher contou aos agentes que era obrigada a ficar ajoelhada em feijões e tampinhas de garrafas com um saco de ração cobrindo sua cabeça, segundo o portal RIC Mais . Ela só denunciou o companheiro após um familiar perceber as marcas de agressões e convencê-la de ir até a polícia.

— Nós temos que trabalhar tecnicamente, não ir pelo lado emocional. Nós vimos os dados apresentados, as lesões, a versão dela e verificamos que realmente tem veracidade nas informações que ela nos passou — disse o delegado Herculano Abreu ao site.

O suspeito chegou a enviar um áudio, enviado por um aplicativo, e diz estar arrependido: "Você acha que eu consigo tirar da lembrança cada covardia que eu fiz com você? […] Vejo todas as suas coisas e olho para aquele canto e vejo todas as cenas do que eu estava fazendo com você”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos