'Homem voador' francês Vince Reffet morre durante treinamento em Dubai

·1 minuto de leitura
O 'homem voador' Vince Reffet, em setembro de 2020 em Paris
O 'homem voador' Vince Reffet, em setembro de 2020 em Paris

O "homem voador" Vince Reffet, autor de façanhas espetaculares com seu colega dos Soul Flyers Fred Fugen, morreu nesta terça-feira (17) em um acidente durante um treinamento, declarou um porta-voz da Jetman Dubai.

Vince Reffet, de 36 anos, ficou conhecido por ter entrado em um avião em pleno voo em 2017, mas também por ter saltado da mais alta torre do mundo, a Burj Khalifa (828 m) em Dubai, ou por voar ao lado do esquadrão militar acrobático Patrulha da França em 2016.

"Com uma tristeza inimaginável anunciamos a morte do piloto Jetman, Vincent (Vince) Reffet, que faleceu nesta manhã, 17 de novembro, durante em treinamento em Dubai", declarou à AFP o porta-voz da Jetman Dubai, Abdalá ben Habtour.

O acidente, que ocorreu na base da Jetman no deserto nos arredores da cidade, está sendo investigado, disse Abdalá ben Habtour.

As façanhas do atleta, ex-membro da equipe de paraquedismo da França e associado há 20 anos à Fugen (41 anos), viralizaram no início do ano, com um vídeo dele decolando do solo e voando até 1.800 metros de altitude, uma primazia mundial.

Para realizar este feito, Vince Reffet foi equipado com uma asa de fibra de carbono e movido por quatro mini motores a jato. Controlado pelo corpo humano, o equipamento permite ao Jetman alcançar velocidades de 400 km/h e mudar a direção do voo.

sls/aem/sc/lrb/mab/mb/aa