Homenagens aos mortos voltam a ser presenciais em feriado com previsão de chuva

·7 min de leitura

Diferentemente do ano passado, quando as visitas aos túmulos estavam suspensas por conta da pandemia da Covid-19, esse ano as homenagens aos mortos no Dia de Finados, que acontecem nesta terça-feira (2), voltam a ocorrer presencialmente. Com o avanço da vacinação, a expectativa é que as visitas aumentem. Alguns cemitérios vão possibilitar o acompanhamento das celebrações pela internet.

Entretanto, na visita aos cemitérios, que programaram missas e outras atividades, alguns protocolos seguem sendo necessários. Entre eles o uso constante de máscara, mesmo com a dispensa da obrigatoriedade em locais abertos, e distanciamento social.

Ao planejar a visita ao cemitério, é preciso estar atento ao tempo, que deve permanecer encoberto com chuvisco, de acordo com a meteorologia. A temperatura mínima prevista para o feriado desta terça-feira será de 20 graus e a máxima de 27 graus. O tempo deve continuar com previsão de chuva e temperaturas baixas, pelo menos até a próxima sexta-feira.

Entre as atividades programadas pelos cemitérios, o Jardim da Saudade de Sulacap, por exemplo, convida os visitantes percorrer o “Túnel- Memorial de 70 mil flores”, representando as mais de 68 mil vítimas da Covid-19 no estado do Rio. O caminho florido de 10 metros leva até uma capela 3D, com experiência imersiva de filmes em memória dos entes. Está prevista ainda a inauguração do monumento “Mãos do Universo” com as três grandiosas mãos, pilares da pandemia: a medicina, a ciência e a fé. A pneumologista Margareth Dalcomo será homenageada.

Cemitério da Penitência

Uma missa celebrada pelo arcebispo do Rio, cardeal dom Orani Tempesta, às 8h, abre as solenidades no Crematório e Cemitério da Penitência, na Zona Portuária do Rio. A cerimônia religiosa será na Capela Histórica da Penitência. Um drone vai sobrevoar o local após a celebração levando uma faixa de 20 metros com uma mensagem do arcebispo. O público poderá participar escrevendo o nome de seus entes queridos na faixa.

As missas das 10h às 17h serão celebradas pelo padre Pedro Paulo. Após a primeira, a assistente social Márcia Torres e o psicólogo Paulo Vitor, coordenadores da campanha A Vida Não Para (projeto de apoio às pessoas enlutadas), vão comandar uma revoada de balões, em que os visitantes poderão escrever nomes ou uma mensagem. Depois da missa da tarde, será a vez do projeto Iluminando Memórias, com o acendimento de mil velas no cemitério-parque.

O cemitério ainda terá outras duas intervenções ao longo do dia. Na Estação Saudade, num equipamento com abertura nas laterais, os visitantes poderão fixar fitas brancas com a proposta de refletirem sobre o tema, a partir da experiência sensorial sonora com o escritor Allan Dias Castro, que criou uma poesia inédita. Já no Espaço Zen, a proposta é refletir sobre a vida e relaxar com a meditação guiada pela psicoterapeuta Elisângela Rosa Lima. Na sala montada ainda serão exibidos quatro vídeos da monja Coen e do escritor Allan Dias Castro.

Em tempo de pandemia, algumas medidas são importantes: foram instalados dispensadores de álcool em gel em pontos do cemitério. O uso de máscara segue obrigatório por todos os ambientes, e é preciso respeitar o distanciamento social. O espaço ficará aberto das 7h às 20h.

Cemitério São Francisco Xavier

O Cemitério São Francisco Xavier (Caju) receberá visitas das 7h às 18h na terça, com missas celebradas de hora em hora, a partir das 8h. A Concessionária Reviver mantém instalado próximo à entrada principal do Caju um painel de mensagens com tags especiais para os visitantes que desejarem prestar homenagens. O velário principal também seguirá disponibilizado para orações, e serão distribuídos velários móveis em pontos do cemitério.

Entre as medidas de proteção contra a Covid-19, haverá aferição de temperatura, e serão disponibilizados totens de álcool em gel para higienização das mãos. Técnicos de enfermagem estarão à disposição para atendimentos aos visitantes, com aferição de pressão e glicose, se necessário.

Os demais cemitérios administrados pela Concessionária Reviver - Cacuia, Ricardo de Albuquerque, Murundu, Guaratiba, Paquetá e Santa Cruz - estarão abertos para visitação das 7h às 18h, seguindo as mesmas medidas protetivas.

Também têm missas programadas:

Cemitério de Guaratiba, às 8h e às 10hCemitério de Ricardo de Albuquerque, de hora em hora, das 8h às 16hCemitério de Santa Cruz, às 8h, às 10h e uma celebração especial às 16h, com o arcebispo dom Orani Tempesta

Cemitérios Jardim da Saudade

O Jardim da Saudade de Sulacap recebe os visitantes a partir das 6h com o "Memorial das 70 mil flores", representando as mais de 68 mil vítimas da Covid-19 no estado do Rio. As famílias poderão escrever o nome de seus entes perdidos. Às 7h, se inicia o "Memorial dos Corações".

O pianista Alfredo Sertã realiza o concerto “Sinfonia das Flores” às 10h e ao meio-dia, no qual o público pode participar escolhendo o repertório das músicas. Às 11, o Arcebispo do Rio Dom Orani Tempesta realiza uma missa.

Às 10h30, será inaugurado o monumento “Mãos do Universo” com as três grandiosas mãos, que foram os pilares da pandemia: a medicina, a ciência e a fé. Na obra do escultor Hildebrando de Lima, a mão da medicina homenageará um grupo de 10 médicos e de enfermeiros do SUS, representando os demais, da linha de frente da Covid; a mão da ciência homenageará a médica pneumologista e pesquisadora da Fiocruz Margareth Dalcolmo ( por propagar a importância da vacinação), e toda a comunidade cientifica, pelo desenvolvimento das vacinas. E a mão maior no topo da escultura personifica Deus, representada na cerimônia, pelo Arcebispo Dom Orani Tempesta, em nome de toda a igreja católica.

No Jardim da Saudade de Paciência, haverá também um concerto de piano por André Mendes, às 10h e ao meio-dia, e o Memorial dos Corações para parentes e amigos prestarem homenagens às vítimas da Covid-19, a partir das 6h. Uma missa será celebrada às 11h.

Cemitério Municipal de Nova Iguaçu

Na Baixada Fluminense, o Cemitério Municipal de Nova Iguaçu terá nesta terça-feira, missas e apresentações de saxofonista ao longo do horário de visitação, das 8h às 17h.

Devido à pandemia de Covid-19, os protocolos de segurança estão mantidos para as visitas, com uso obrigatório de máscara e de álcool gel, que contará com postos de higienização das mãos montados em pontos estratégicos. Também será aferida a temperatura na entrada.

Outras unidades administradas pela Concessionária São Salvador, os cemitérios de Austin, Engenheiro Pedreira, Japeri, Marapicu, Mesquita, Iguaçu Velho e Jaceruba também estarão abertos para visitas das 8h às 17h, seguindo os mesmos protocolos de segurança. Será celebrada missa em Iguaçu Velho às 10h e em Marapicu às 9h e às 16h.

Em São João de Meriti

Em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, os cemitérios municipais Vila Rosali, Éden e São Lázaro terão como ação especial para o Dia de Finados a distribuição de mais de 2.500 mudas de ipê para os visitantes. As mudas serão entregues com uma tag contendo as instruções de cultivo e cuidados com a espécie.

Outra ação será na entrada principal de cada cemitério, em que um grande mural vai estimular o público a refletir sobre o que esperam realizar nos próximos anos. Todas as unidades estarão abertas das 9h às 17h.

Dom Orani Tempesta

Confira a programação do Arcebispo do Rio, dom Orani João Tempesta:

- 8h: Missa no Cemitério da Penitência, no complexo do Caju, Zona Portuária do Rio. Após a celebração, será elevada aos céus por um drone, numa faixa branca, uma mensagem do Arcebispo em homenagem às vítimas da Covid-19. Em seguida, dom Orani rezará na ala dos padres, um local reservado onde os sacerdotes que serviram a Arquidiocese são sepultados;

- 11h: Missa no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap;

- 14h: Missa no Cemitério vertical Memorial do Rio, em Cordovil;

- 16h30: Missa no cemitério de Santa Cruz. Dom Orani, como todos os anos, encerrará a celebração de finados, na ala dos falecidos indigentes.

l

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos