Homens armados matam 11 soldados no sudoeste de Níger

·1 min de leitura

NIAMEI (Reuters) - Homens armados e não identificados mataram 11 soldados que defendiam uma vila em região remota no sudoeste de Níger, onde militantes islâmicos operam, afirmou o Ministério da Defesa nesta sexta-feira.

Os agressores fortemente armados chegaram em um comboio de carros e motos na tarde de quinta-feira e entraram em conflito com soldados posicionados no lado de fora da vila de Dagne, perto da fronteira com o Mali, afirmou o ministério em um comunicado.

O ataque foi repelido, mas 11 soldados foram mortos e nove estão desaparecidos.

Nenhum grupo reivindicou responsabilidade. Uma afiliada local do Estado Islâmico matou centenas de civis neste ano em uma série de ataques na mesma região, apesar das tentativas do governo de recuperar o controle.

O ataque de quinta-feira ocorreu dois dias após 69 pessoas serem assassinadas em outra região perto da fronteira com o Mali, a cerca de 160 km de distância.

(Reportagem de Boureima Balima, David Lewis e Edward McAllister)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos