Homens são internados após injetarem creme nos pênis para aumentá-los

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
Dupla não teve o resultado esperado com o procedimento (Getty Images)
Dupla não teve o resultado esperado com o procedimento (Getty Images)
  • Dupla foi parar no hospital após injetar creme para hematoma em seus pênis

  • Ideia surgiu de um vídeo no YouTube, após uma noite regada a álcool

  • Os homens nunca mais retornarão ao hospital para consultas de acompanhamento

Dois homens foram internados após injetarem creme em seus pênis com seringas, com a intenção de aumentar os órgãos. O caso aconteceu na França e foi divulgado por diversos veículos da imprensa mundial.

Leia também

De acordo com os relatos, os homens de 30 e 32 anos, que não tiveram as identidades reveladas, estavam ingerindo bebida alcoólica e conversando sobre o desejo de terem pênis maiores. Eles procuraram vídeos no YouTube e encontraram um tutorial que recomendou a prática.

A publicação sugeria a injeção de um creme para hematoma no órgão, e foi o que eles fizeram. Os homens utilizaram seringas para a aplicação, sendo que um ficou responsável por realizá-la no pênis do outro.

Francois Gerard, a plasterer who temporarily converted into a hospital service agent, cleans a corridor in the Saint-Anne clinic in Strasbourg, eastern France, on April 14, 2020, on the 29th day of a strict lockdown in France to stop the spread of COVID-19 (novel coronavirus). (Photo by FREDERICK FLORIN / AFP) (Photo by FREDERICK FLORIN/AFP via Getty Images)
Os rapazes chegaram a ser internados (Frederick Florin/AFP via Getty Images)

Diferente do que esperavam, porém, o resultado no restante da noite foi dor intensa e inchaço nos órgãos, o que fez com que se fossem a um hospital emergencial dermatológico na cidade de Estrasburgo. Eles foram diagnosticados com edema peniano.

Dupla não retornou para nova consulta

A dupla recebeu analgésicos, ficou internada, mas foi liberada na sequência. Os médicos responsáveis pelo caso receitaram descanso, remédios e uma nova consulta para acompanhamento do caso.

Talvez envergonhados pela situação, os homens nunca retornaram ao hospital. Por isso, não se sabe se ficaram com qualquer sequela após o episódio.