Honduras abrirá este mês embaixada em Jerusalém

·1 minuto de leitura
(Arquivo) O presidente de Honduras, Juan Orlando Hernández

O presidente de Honduras, Juan Orlando Hernández, anunciou nesta quinta-feira que abirá este mês a embaixada do país em Jerusalém, após seu funcionamento por décadas em Tel Aviv.

"Na última semana de junho, iremos formalizar a instalação da nossa embaixada em Jerusalém", declarou o governante, durante reunião com cafeicultores em La Paz.

Em decisão polêmica, Honduras abriu em setembro de 2019 um escritório comercial em Jerusalém, como "extensão" de sua missão diplomática em Israel, baseada em Tel Aviv, rompendo uma política de neutralidade de décadas ante o conflito palestino-israelense.

Honduras abriga a segunda maior comunidade de palestinos na América Latina, atrás do Chile. Em fevereiro, o país recebeu 5 mil vacinas Moderna doadas por Israel, as primeiras doses que conseguiu após tentativas desesperadas de obter doses por meio do mecanismo Covax ou de comprar junto às fabricantes.

"Sei que a abertura da embaixada em Jerusalém será boa para Honduras e trará muitas bênçãos, e isso nos capacitará no lado agrícola, no campo da inovação e no campo do turismo”, afirmou Hernández. Ele ressaltou que Honduras irá consolidar "uma aliança forte com um país pequeno, que nasceu no deserto e é hoje um dos melhores produtores agrícolas do mundo, talvez o país com mais inovação”.

nl/yow/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos