Honduras extraditou aos EUA a líder do clã Montes Bobadilla

Honduras extraditou, nesta terça-feira (26), aos Estados Unidos, Herlinda Bobadilla, de 61 anos, líder de um clã de supostos traficantes de drogas, que será submetida a julgamento em um tribunal da Virgínia.

A mulher foi levada do quartel das Forças Especiais da polícia, a leste da capital Tegucigalpa, para a base da Força Aérea hondurenha, no aeroporto Toncontin.

Bobadilla foi entregue a seis integrantes da agência antidrogas dos Estados Unidos, conhecida pela sigla DEA. Em seguida, foi embarcada em um avião que decolou por volta das 08h32 locais (11h32 em Brasília).

"Fazemos a entrega formal da cidadã hondurenha Herlinda Bobadilla às autoridades dos Estados Unidos [...] para que seja julgada pela Corte do Distrito da Virgínia", anunciou o diretor das Forças Especiais, o comissário Miguel Pérez, ao ler a ata de extradição.

As acusações são "conspiração para distribuir cinco quilogramas ou mais de uma mistura de substâncias que contém uma quantidade detectável de cocaína, com a intenção e sabendo que tal substância seria exportada ilegalmente aos Estados Unidos", acrescentou.

A matriarca do clã familiar Montes Bobadilla foi capturada, junto com outras três pessoas, em 15 de maio, em uma montanha do departamento de Colón (nordeste), no meio de uma troca de tiros na qual morreu um de seus filhos, Tito. Outro filho fugiu e ainda não foi capturado.

Os Estados Unidos reivindicam a extradição dos membros do clã familiar e ofereceram recompensas de 5 milhões de dólares por cada um deles. Segundo Washington, eles são acusados de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro através de América Central, Colômbia, México e Estados Unidos.

O terceiro filho de Herlinda, Noé Montes Bobadilla, condenado a 37 anos de prisão por narcotráfico foi extraditado em 2017. Desde então, sua mãe e seus dois irmãos, Tito e Juan Carlos, foram apontados como líderes da organização.

nl/mav/yow/rpr

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos