Hondurenhos comemoram com aplausos chegada de vacinas anticovid doadas por El Salvador

·2 minuto de leitura
Moradores seguram faixas agradecendo ao presidente de El Salvador Nayib Bukele por sua doação de vacinas AstraZeneca contra covid-19, no município de Cedros, departamento de Francisco Morazan, Honduras, em 14 de maio de 2021

Com aplausos ao presidente salvadorenho, Nayib Bukele, moradores da cidade de Cedros, no centro de Honduras, receberam nesta sexta-feira (14) um lote de vacinas contra a covid-19, doadas por El Salvador.

“A la bin, a la bin, a la bin, bon, ban ... Não existe presidente como o de El Salvador”, gritavam algumas mulheres no posto de saúde da cidade, enquanto o prefeito, David Castro, recebeu as vacinas do laboratório britânico AstraZeneca.

“Obrigado, presidente Bukele. Os idosos de Cedros agradecem”, dizia uma faixa amarela com letras verdes e pretas, com a qual os vizinhos receberam dois caminhões azuis que transportavam os imunizantes de San Salvador.

“Ainda quero viver para ver minha neta crescer”, disse Marta Maradiaga, 67 anos, em Cedros, uma cidade de 28 mil habitantes entre montanhas verdes, com ruas de paralelepípedos e casas de telhas de barro.

Castro recebeu as vacinas das autoridades salvadorenhas e imediatamente as entregou aos integrantes do programa de vacinação.

“Eles vão me apresentar um plano de imunização para começar a vacinar idosos, com mais de 60 anos”, e outras pessoas vulneráveis por terem “doenças”, explicou o prefeito à AFP.

Sete municípios de diferentes áreas de Honduras receberam bem as doações de Bukele.

O Ministério das Comunicações de El Salvador postou em um tuíte: "Don René Villanueva foi o primeiro idoso vacinado contra a covid-19" na cidade de San José Colinas, no oeste de Honduras.

Em Santa María del Real, no leste do país, vizinhos receberam os caminhões com um grupo de motociclistas agitando bandeiras de El Salvador.

Castro explicou que 14 caminhões cruzaram a fronteira na quinta-feira com 17 mil doses, o primeiro lote de 34 mil doado por Bukele a sete municípios hondurenhos que fizeram o pedido.

Os prefeitos dessas localidades foram recebidos na terça-feira por Bukele na casa presidencial, e entregaram ao presidente salvadorenho cartas de outros prefeitos que também solicitaram vacinas e da Associação de Municípios de Honduras (Amhon) nas quais pediram ajuda para conseguir vacinas com a China.

Honduras não tem relações diplomáticas com o país asiático e reconhece Taiwan, considerada uma província rebelde por Pequim.

A doação veio depois que sete prefeitos hondurenhos pediram desesperadamente a Bukele ajuda com vacinas em um vídeo, alegando que seu povo estava morrendo e que o governo de Juan Orlando Hernández não os estava atendendo.

Honduras registrou cerca de 5.600 mortes e 224.000 casos de covid-19 e seus hospitais entraram em colapso.

O país centro-americano obteve 288.600 doses de vacinas, incluindo 40.000 da Sputnik que chegou nesta sexta-feira da Rússia.

Enquanto isso, El Salvador, com 6,5 milhões de habitantes, é o país centro-americano que mantém a taxa mais elevada em suas vacinações diárias e já tem doses garantidas para toda a sua população-alvo.

El Salvador acumula 70.915 infecções, com 2.173 mortes.

nl/gma/jc/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos