Horário eleitoral derruba audiência da televisão aberta

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A audiência da televisão aberta registrou queda quando os blocos do horário eleitoral foram exibidos na última semana da campanha. O índice do Kantar Ibope Media com a soma de todas as emissoras caiu, em média, 9% durante os 20 minutos da propaganda, na comparação com a atração anterior à noite.

Quando a programação normal das TVs voltou, às 20h50, houve alta, em média, de 11% na audiência. O horário eleitoral é transmitido em dois blocos -das 13h às 13h20 e das 20h30 às 20h50- e vai até a noite desta sexta-feira (28).

A propaganda teve média de 17,9 pontos à tarde e de 34,9 pontos à noite. Cada ponto equivale a 74.666 domicílios na Grande SP, segundo o levantamento do Kantar Ibope Media. Os dados são da última semana e não incluem os resultados desta sexta (28).

A variação na audiência foi maior no período da tarde, no programa exibido das 13h às 13h20. Em média, o índice caiu 11% durante o horário eleitoral. As atrações que vieram na sequência tiveram alta de 19%.

Além dos blocos fixos, cada campanha teve direito a 25 inserções de 30 segundos na programação das emissoras de televisão. As mesmas regras valem para as rádios.

O espaço na televisão e no rádio é previsto por lei. Obrigadas a ceder os horários, as emissoras são ressarcidas através de renúncia fiscal. Para 2022, a Receita Federal estima R$ 737 milhões em abatimento de Imposto de Renda das empresas.