Hora do banho: tire dúvidas para uma higiene segura do bebê

Foto meramente ilustrativa de um bebê tomando banho (Foto: BSIP/Universal Images Group via Getty Images)
Foto meramente ilustrativa de um bebê tomando banho (Foto: BSIP/Universal Images Group via Getty Images)

A hora do banho do bebê pode causar angústia em muitas mães e pais – especialmente os de primeira viagem. Afinal, como lavar o corpinho daquele pequeno ser, frágil, de forma segura e eficiente? Conversamos com pediatras para entender o que é importante considerar para o momento.

Qual é a temperatura ideal para o banho do bebê?

A temperatura ideal da água é entre 37°C, podendo chegar até 37,5°C. “A melhor forma de garantir que esta temperatura está adequada é com aferição do termômetro ou colocando o dorso do braço para sentir”, indica Sandi Sato, pediatra da Maternidade Brasília/Dasa. Se estiver muito quente para você, também estará para o bebê.

Outra dica é deixar a água menos quente nos dias de muito calor, para ajudar a refrescar a criança.

Posso molhar o ouvido?

Independentemente do local do banho e posição do bebê, é importante ter cuidado para não molhar os ouvidos. A limpeza desse local deve ser só externa. Internamente, o ouvido do bebê tem pelinhos que expulsam a cera acumulada dentro do conduto (canal constituído de osso e cartilagem que começa na parte externa da orelha e vai até a membrana do tímpano).

Quantos banhos posso dar por dia?

“O ideal é não passar de um banho ao dia para não retirar a proteção natural da derme, o que aumentaria a chance de brotoejas (dermatite inflamatória)”, explica Sato.

Se for dar mais de um banho por dia, faça isso apenas para refrescar o bebê, sem usar os produtos de higiene.

Qual deve ser o local do banho?

De acordo com a pediatra Laísa Praciano, de João Pessoa, na Paraíba, há duas opções:

Chuveiro – uma alternativa segura e relaxante para o pequeno. “Coloque o bebê como se estivesse na posição de colo, segurando uma perninha com as mãos em ‘C’ E fazendo um lacre de segurança. Não deixe o jato direcionado ao rosto dele, mas sim na barriga ou nas costas.”

Banho de banheira – uma maneira clássica e segura. “A cabeça do bebê deve estar apoiada no antebraço do cuidador, que com a mão do mesmo lado, deve segurar o antebraço do bebê, fazendo um lacre de segurança. O bumbum da criança deve estar apoiado no fundo da banheira.

Apesar de não ter o intuito de higiene, Praciano explica que o balde também pode ser usado para fins de relaxamento. “Nele o bebê revive as sensações do útero. Colocá-lo lá ajuda a melhorar cólicas e estresse e por isso é indicado para ser usado no ritual de sono.”

O que é preciso ter à mão?

Os produtos recomendados, explica a pediatra Laisa Praciano, são apenas os que tiverem PH neutro, sem cheiro. “Não pode ser antibacteriano por retirar a proteção natural da pele do bebê.”

Itens necessários:

  • Água morna

  • Shampoo e sabonete para bebês

  • Pente e escova de cabelo

  • Toalhas secas

  • Pano úmido

  • Roupa que o bebê usará após o banho

  • Uma fralda

  • Cobertor do bebê se estiver frio

Existe um horário específico para dar banho no bebê?

“Não existe um horário ideal para o banho, mas é sempre importante tomar cuidado com corrente de vento ou temperatura muito fria, o que poderia causar impacto”, alerta a pediatra da Maternidade Brasília.

O que fazer se algum produto entrar no olho ou na boca do bebê?

O cuidador não deve entrar em pânico, mas lavar imediatamente com água corrente. Nas horas seguintes, observe se o bebê apresenta alguma irritação no local. Na maioria dos casos, é possível resolver o problema somente lavando com água.

Outros cuidados de higiene para o bebê

  • Lave sob o queixo e as dobras do pescoço do bebê após as mamadas.

  • Não esqueça de higienizar o espaço entre os dedos, especialmente os dos pés, que ficam mais juntos um dos outros

  • Limpe as unhas das mãos e dos pés. Para que o bebê não se arranhe, corte cuidadosamente as unhas com uma tesoura específica para bebês quando necessário. Outra alternativa e lixar as unhas.

  • Você pode usar loção para bebês, mas evite usá-la nas mãos ou no rosto do bebê.

  • Verifique a pele do seu bebê para quaisquer alterações ou alergias. Você pode usar vaselina ou cremes específicos para a idade entre a troca de fraldas para atuar como uma barreira cutânea.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos