Hospital Albert Einstein, em SP, tem 7 na UTI por coronavírus

CLÁUDIA COLLUCCI
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 22.06.2016 - Fachada do Hospital Israelita Albert Einstein, onde há 7 pessoas internadas na UTI com o novo coronavírus. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O hospital Albert Einstein, em São Paulo, informou nesta quarta-feira (18) que tem sete pacientes internados na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) com o novo coronavírus.

Segundo o hospital, há 21 pessoas internadas com diagnóstico confirmado para a Covid-19, além de 24 internados com suspeita da doença.

A manifestação Einstein foi em resposta a mensagem que circula em redes sociais atribuída ao presidente da Prevent Senior, Eduardo Parrillo, que diz que no Einstein haveria 100 leitos de UTI ocupados por pacientes de coronavirus. A operadora ainda não se manifestou sobre a autenticidade da mensagem.

Foi num hospital da Prevent Senior que morreu a primeira pessoa com a doença no país, confirmado pelo Governo de São Paulo na terça (17).

Segundo o infectologista David Uip, que coordena o combate ao coronavírus no estado de São Paulo, o paciente é um homem de 62 anos que tinha diabetes e hipertensão. Ele estava internado na UTI do Hospital Sancta Maggiore Paraíso desde o dia 14 e morreu na segunda-feira (16). Ele não tinha histórico de viagem para o exterior.