Hospital Albert Einstein tem sete internados em UTI por coronavírus em SP

Elisa Martins

SÃO PAULO — O Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, tem 45 pacientes internados em razão do novo coronavírus. Ao menos sete estão em atendimento em unidade de terapia intensiva (UTI).

Os números são da manhã desta quarta-feira. Segundo o hospital, 21 casos estão confirmados, e outros 24 são ainda considerados suspeitos e estão em investigação.

A instituição divulgou os números em função de um áudio que circula nas redes sociais, atribuído ao dono da Prevent Senior, Eduardo Parrillo.

Na mensagem, compartilhada em vários grupos, ele citaria um quadro de mais de cem internados na UTI do Albert Einstein por coronavírus.

A primeira morte confirmada pelo novo coronavírus no país aconteceu em uma unidade da Prevent. Foi um porteiro aposentado, de 62 anos, com histórico de diabete e hipertensão. Ele não tinha viajado ao exterior.

Segundo o Ministério da Saúde, o país tem hoje 291 casos confirmados de coronavírus. São Paulo é o estado com mais casos, 162 — 154 são na capital paulista. Os informes são atualizados diariamente.