Hospital esclarece tentativa de sequestro de recém-nascido; assista ao momento

·1 minuto de leitura
Caso aconteceu no Hospital do Trabalhador, em Curitiba - Foto: Agência de Notícias do Paraná
Caso aconteceu no Hospital do Trabalhador, em Curitiba - Foto: Agência de Notícias do Paraná
  • Crime ocorreu na última segunda-feira em Curtiba

  • Instituição afirma que protocolos de segurança funcionaram

  • Hospital declarou também que é primeira ocorrência do tipo no local

Após uma tentativa de sequestro de um recém-nascido na noite da última segunda-feira (12) em Curitiba, o Complexo Hospitalar do Trabalhador emitiu uma nota sobre o ocorrido.

A instituição afirmou que essa é a primeira ocorrência do tipo em 27 anos de operações e que o crime foi identificado e a mulher impedida graças aos protocolos de segurança do local.

A mulher, de 23 anos, tentava deixar o hospital com o recém-nascido por volta das 18h quando foi abordada por funcionários de segurança, que, segundo a instituição, notaram que algo estava fora do normal. O segurança percebeu que a mulher não tinha uma pulseira de identificação que todas as mães recebem e devem manter enquanto estiverem no hospital.

Veja o momento em que a mulher tenta escapar com o bebê:

“Imediatamente a mulher foi indagada sobre a falta da pulseira e solicitado seus documentos, os quais não foram apresentados. Na sequência esta mulher passou a fornecer várias versões sobre o motivo de sua presença no Hospital, sendo que nenhuma se mostrou verdadeira”, relatou o hospital. “Neste momento, o serviço de segurança do Hospital, comunicou a autoridade policial para conduzir a mulher à delegacia e prontamente devolvida a criança a sua verdadeira mãe”.

Leia também:

A jovem foi detida e levada à Casa de Flagrantes de Curitiba para prestar depoimento.

A diretoria da instituição afirmou que o crime só foi impedido pela efetividade dos protocolos de segurança. “Reiteramos que os procedimentos de segurança adotados no Hospital foram efetivos, bloqueando a tentativa deste crime”, declarou o hospital.

Confira a nota completa:

Em 12/07/2021 perto das 18h00min, foi identificado pela segurança do Hospital, no controle do acesso da maternidade, uma mulher com um bebê de colo tentando sair da edificação sem autorização. Conforme protocolo de conferência de documentos e pulseiras de identificação da mãe e do bebê, neste caso não havia a pulseira na suposta mãe e sim apenas na criança. Imediatamente a mulher foi indagada sobre a falta da pulseira e solicitado seus documentos, os quais não foram apresentados. Na sequência esta mulher passou a fornecer várias versões sobre o motivo de sua presença no Hospital, sendo que nenhuma se mostrou verdadeira. Neste momento, o serviço de segurança do Hospital, comunicou a autoridade policial para conduzir a mulher à delegacia e prontamente devolvida a criança a sua verdadeira mãe. Reiteramos que os procedimentos de segurança adotados no Hospital foram efetivos, bloqueando a tentativa deste crime. Importante registrar que a Maternidade do Hospital do Trabalhador possui 27 anos de funcionamento sem nenhuma ocorrência desta natureza, demonstrando a qualidade dos seus protocolos de segurança.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos