Hospital Estadual Azevedo Lima, em Niterói, passará por revitalização

O Hospital Estadual Azevedo Lima (HEAL), localizado no Fonseca, vai entrar em obra, esta semana, para revitalização de toda a fachada. Também será feita a readequação das instalações do setor de admissão da maternidade, onde são atendidas mensalmente mais de 1.500 mulheres, entre gestantes, puérperas e vítimas de violência. No total, de acordo com o levantamento realizado pelo HEAL, são realizados mais de seis mil atendimentos por mês na unidade. A obra tem duração prevista de quatro meses.

Cidade: Prefeitura de Niterói anuncia reurbanização de 13 favelas

Moeda social: Araribóia já movimentou equivalente a R$ 52 milhões em Niterói

O departamento, que hoje fica em um dos prédios anexos ao hospital, passará a funcionar dentro da estrutura principal. Com isso, as pacientes ficarão mais próximas dos setores de exames e assistência, além de passarem a ser atendidas em um lugar com fluxo exclusivo para elas.

A diretora executiva do hospital, Cláudia Soares, lembra que em 2022 o Azevedo Lima completa 77 anos, sendo a principal referência para a população de Niterói e também de outros seis municípios do Leste Fluminense, sobretudo em atendimento de emergência e maternidade de alto risco.

— Estas obras serão grandes, pois o hospital tem um prédio principal com sete andares e mais seis edifícios anexos. Serão reformadas as fachadas de todos os prédios (frente, lado, parte de trás e varandas).E a obra inclui ainda a recepção principal e as salas de espera dos visitantes e do pessoal que vai realizar exames. Será feita também a troca dos pisos da recepção e do corredor que leva à emergência e ao CTI — detalha a diretora.

Os trabalhos envolvem pintura, troca das esquadrias e tratamento das infiltrações do prédio principal e dos seis anexos.

A unidade conta com emergência e maternidade de portas abertas e foco em atendimentos de alta complexidade. A direção informa que durante as intervenções o atendimento não será interrompido e que todo esforço será empregado para minimizar o impacto para os pacientes.

Durante o período da obra, quem precisar do setor de admissão da maternidade será atendido onde atualmente funciona a sala verde da emergência.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos