Hospital municipal Pedro II fica sem luz após sofrer pico de energia

O Globo
·1 minuto de leitura

RIO — Na manhã deste sábado, a direção do Hospital municipal Pedro II, em Santa Cruz, informou que um pico de energia interrompeu o abastecimento da unidade. No entanto, garantiu que os equipamentos essenciais à vida, como respiradores, possuem bateria própria, o que garante o funcionamento e a assistência aos pacientes.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Light informou que não houve interrupção de fornecimento de energia para o Hospital Pedro II e nem nos arredores de Santa Cruz. Explicou que o fornecimento de energia para o hospital é feito por meio de duas linhas de distribuição, uma principal e uma reserva, para caso de ocorrência na linha prioritária. Técnicos da empresa foram deslocados para a unidade hospitalar e informados de que foi constatado um defeito nas instalações elétricas internas e que a responsabilidade é do hospital. Também informou que o serviço foi normalizado.