Hospital privado anuncia a sexta morte por coronavírus em São Paulo

Imagem do microscópio eletrônico de transmissão mostra o Sars-CoV-2 isolado de um paciente nos EUA.

SÃO PAULO - O Hospital Santa Catarina, instituição privada da cidade de São Paulo, divulgou nesta sexta-feira a morte de um paciente de 70 anos com coronavírus. É o sexto óbito registrado no estado de São Paulo durante a pandemia.

O paciente estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde terça-feira com sintomas do coronavírus.

Ele morreu na quinta-feira, às 17h55, segundo o hospital. O resultado positivo do exame do paciente saiu pela manhã.

Segundo o hospital, a vítima pertencia ao grupo de risco com doença pulmonar obstrutiva crônica, diabetes e hipertensão.

Em nota, o hospital disse que está seguindo todos os protocolos recomendados pelo Ministério da Saúde e pela Organização Munidal da Saúde.

Até então, o estado contabilizava cinco mortes, todas no Hospital Santa Maggiore, do grupo Prevent Sênior.

O governo do estado não havia sido informado previamente sobre esta sexta morte.

Durante entrevista no Palácio dos Bandeirantes, o médico David Uip, do centro de contingência contra a doença no estado, demonstrou irritação com a situação.

– Os hospitais particulares precisam seguir um protocolo, o estado precisa ser informado das mortes, não pode ficar sabendo pela imprensa.