Hotel de Bolsonaro em Dubai tem suíte a R$ 76 mil a diária

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Brazil's President Jair Bolsonaro reacts during the ceremony to consolidate the Infralegal Labor Regulatory Framework, at the Planalto Palace in Brasilia, Brazil, November 10, 2021. REUTERS/Ueslei Marcelino
Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto (Reuters)

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Em viagem oficial ao Oriente Médio, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se hospedou em um dos hoteis mais caros de Dubai, a extravagante cidade no Golfo Pérsico. Embora existam quartos com diária de R$ 76 mil, o presidente dormirá em uma suíte que custa R$ 22 mil por dia bancada pelo emirado. 

Bolsonaro desembarcou nos Emirados Árabes na manhã de hoje para uma viagem comercial que vai durar uma semana. 

Ele fez check-in no Habtoor Palace, considerado um dos hotéis cinco estrelas mais luxuosos nos Emirados, onde deve ficar até a próxima terça-feira (16).  

O UOL visitou o site do hotel e encontrou uma suíte cuja diária equivale a R$ 76,6 mil, a Sir Winston Churchill Suite. Nela, diz o site, há três quartos nos andares mais altos com vista para um jardim paisagístico.  

Do lado de dentro, há uma sala de estar com uma área para refeições de 12 lugares, escritório elegante e uma área de estar.  

"A majestosa escadaria do quarto se conecta à piscina de imersão da cobertura e à área de estar", diz o site. "O quarto principal define um novo padrão de opulência com seu banheiro privativo, onde uma banheira suntuosa é o centro das atenções." Bolsonaro se hospedou em uma suíte mais "modesta".  

Ele comentou a apoiadores, no dia 3, que ele se hospedaria no Catar em um hotel bancado pelo príncipe do emirado. "Vou ficar num hotel hiperluxuoso, a diária deve ser uns US$ 4 mil [cerca de R$ 22 mil], mas vai ser de graça, pelo príncipe lá, ok? Até a primeira-dama vai querer ir, pô. O quarto é tão luxuoso que você não dorme", disse Bolsonaro ao deixar o Palácio da Alvorada. 

Acompanhado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, o presidente também levou com ele seu chanceler, Carlos França, e o ministro da Economia, Paulo Guedes. Depois de Dubai, ele passará por Bahrein e Catar em seu "giro comercial". 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos