“Hotel Família Addams” da Copinha tem atletas presos no elevador

Falta de energia deixou jogadores presos no elevador e obrigou um jantar às escuras

Hotel Alpino, localizado em São Roque, hospeda três times que jogam a Copinha. Foto: Divulgação Hotel Alpino
Hotel Alpino, localizado em São Roque, hospeda três times que jogam a Copinha. Foto: Divulgação Hotel Alpino

Um hotel tem dado o que falar na edição de 2023 da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Trata-se do Hotel Alpino, localizado em São Roque, que hospeda três times do grupo 22: Ceará, Madureira e Rio Claro.

Primeiro, mais de 50 jogadores tiveram que enfrentar um surto de diarreia por problemas na comida e a água da hospedagem. Agora foi a vez da falta de energia atrapalhar o descanso dos jogadores que apelidaram o local de “Hotel Família Addams”.

Leia também:

Na última terça-feira (10) uma pane de cerca de 20 minutos deixou jogadores presos no elevador e obrigou um jantar às escuras.

A sede do grupo 22 está sendo disputada na cidade de Alumínio. O município com pouco mais de 18 mil habitantes não tem um hotel que pudesse abrigar as delegações e por isso a solução foi levar os jogadores para a cidade de São Roque.

A polêmica começou no dia 4, quando jogadores e membros das comissões técnicas que jantaram no local na noite anterior, apresentaram diarreia e vômito. A suspeita era que uma carne de porco tivesse sido a causa do mal estar, mas a vigilância sanitária apontou para a água contaminada.

Organizadora da competição, a Federação Paulista de Futebol se manifestou após a revolta dos três times afetados pelos problemas no hotel.

"A Federação Paulista de Futebol informa que iniciou investigação a respeito das causas da indisposição que acometeu atletas de Ceará (CE), Madureira (RJ) e Rio Claro (SP), hospedados na cidade de São Roque, e que disputam a Copa São Paulo de Futebol Jr. pelo Grupo 22, sediado em Alumínio. As delegações das equipes estão hospedadas em hotel que possui mais de 30 anos de operação e boas avaliações em sites especializados. A FPF reforça que, com o apoio das Prefeituras, busca atender as delegações com as melhores estruturas e condições possíveis em relação à alimentação e hospedagem", dizia a nota da entidade.