Hotel responde avaliação negativa de usuária mandando-a fazer dieta

Divulgação

Comum nas páginas especializadas em viagens, as avaliações é que determinam a qualidade dos hotéis e um deles respondeu uma usuária da pior maneira possível. Emily Chance decidiu deixar um comentário sobre sua estadia “decepcionante” no Nelcon Hotel, na Inglaterra, e ficou chocada com a reação do lugar.

Ela afirma ter recebido um SMS do proprietário do hotel, Ken Evans, acusando-a de “odiar tudo e todos”. Emily pagou 38 euros pela reserva (cerca de R$ 141), permanecendo duas noites com o marido em celebração aos dois anos de casamento.

Sua avaliação foi de 3.8 em uma escala de 10 e uma de suas criticas era que o local estava “em mau estado” e o quarto “não era tão ruim, mas estava muito degradado”. Ela continua dizendo que “o cheiro é horrível quando você entra e impregna na roupa e pertences”. Emily também reclama da sujeira no chuveiro, a falta de troca de toalhas e a imundice nas janelas.

“Posso perguntar o que você esperava pelo que pagou?”, foi a resposta pública do hotel para o comentário. Eles ainda continuam dizendo que não reconhecem a maior parte do que ela falou e que ela “provavelmente estava esperando um hotel de 4 estrelas, somos um hotel econômico”.

Reprodução/booking.com

Mas o Nelcon não parou por aí e um SMS foi enviado para o celular de Emily. “Para alguém que nunca esteve fora antes, você não veio até nós nervosa, na verdade veio grosseira e provavelmente deveria fazer uma dieta, já que você odeia tudo e a todos”, dizia.

O proprietário, Ken Evans, diz não ter se arrependido de ter enviado a mensagem e que a avaliação de Emily é “uma série de mentiras”. Emily por sua vez acredita que esse comportamento dos hotéis “não deveria ser permitido” e que eles “não têm o direito de ofender pessoalmente os clientes pagantes”.