Forças iraquianas recuperam novo bairro do oeste de Mossul

Mossul (Iraque), 22 abr (EFE).- As forças antiterroristas iraquianas libertaram neste sábado o bairro de Al Saha 2, no oeste de Mossul, após dois dias de combates, nos quais morreram pelo menos 25 homens do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), anunciou o comandante das operações de Ninawa, Abdelamir Yarala.

Em um comunicado, Yarala indicou que os soldados hastearam a bandeira iraquiana nos edifícios do bairro e que as tropas continuam avançando com o apoio da aviação.

Com esta nova conquista das forças antiterroristas, o exército iraquiano se aproxima do bairro de Zanyili, um dos principais bastiões do EI no interior de Mossul.

Segundo disse à Agência Efe o comandante das forças antiterroristas, Maan al Sadi, suas tropas, desdobradas em Al Saha 2 junto aos agentes da Polícia Federal, que controlam o bairro de Al Zaura, conseguiram isolar completamente a cidade antiga do resto dos distritos ainda controlados pelo EI na capital de Ninawa.

Al Sadi explicou que nos combates do bairro de Al Saha 2 foram destruídos quatro carros-bomba e famílias retidas pelos terroristas foram evacuadas.

Por outra lado, o comandante da Polícia Federal Shaker Yaudat indicou que seus homens mataram quatro líderes do EI no bairro de Al Rifai, entre os quais destacou Ahmed Husin al Yabouri, conhecido como "o Juiz do Sangue".

Yaudat acrescentou que seus homens estão cercando os jihadistas por quatro acessos diferentes na cidade antiga.

Enquanto continuam os combates, cerca de 119 mil pessoas retornaram a suas casas nos bairros orientais de Mosul, libertados em janeiro pelas forças de segurança iraquianas, segundo o Ministério de Migração do Iraque, que informou de que o número de deslocados na zona ocidental chegou a 336 mil. EFE