Huawei se prepara para ir à Justiça, diante de ameaça de ser excluída do 5G no Brasil

Bruno Rosa, Eliane Oliveira e Ivan Martínez-Vargas
·1 minuto de leitura

RIO, SÃO PAULO e BRASÍLIA — O anúncio de que o governo brasileiro vai apoiar a chamada Clean Network (Rede Limpa, em tradução livre), programa dos Estados Unidos que, na prática, limita o avanço de empresas chinesas na tecnologia 5G, levou a Huawei a contratar um escritório especializado com atuação em Brasília para se preparar para um cenário de litígio, segundo fontes.

Especialistas temem que ocorra, no Brasil, uma judicialização do leilão do 5G, previsto para o ano que vem. Nesta semana, a Suécia suspendeu o certame de tecnologia 5G depois de a Huawei obter uma liminar na Justiça suspendendo as restrições à sua participação no fornecimento de equipamentos para as empresas que disputarial o leilão.